terça-feira, 24 de maio de 2016

Um city tour por Montevideo

Saímos do Brasil às 15h15min, num voo curto e com bastante turbulências, chegamos em Montevideo (ou Montevidéu) após 2h30 de viagem.

Logo de cara me senti a rycah.. hahahahaha.. Os táxis do aeroporto são todos Mercedes; andei de Mercedes, com motorista e não era ônibus.. ahauhauahua... minha mãe ficou rindo quando falei isso.

Perto das 19h chegamos ao hotel: moderninho, simples, convidativo, mas poderia ser em outro local.. aiaiai.

Arrumamos nossas coisitas e saímos em busca de comida, logo achamos um mercadinho na rua ao lado, onde compramos umas bobagens e voltamos para o hotel.

Na recepção, agendei nosso tour para a manhã seguinte então, hora da soneca!

Pela manhã, descemos e fomos até o Bar Americano, onde é servido o café; nada demais, pães, bolos, donuts, frios, lácteos...

Como ainda era cedo, saímos para dar rolê, onde conhecemos a Praça da Independência, Palácio Salvo, Palácio da Presidência, Rua Sarandi e a catedral.

Rá! Adivinha por onde o tour passou??? kkkkk

O city tour cobriu os principais pontos de Montevideo, mas tivemos que pedir para irem até o letreiro, na entrada da cidade - acreditam que eles nem pretendiam parar lá!? Que absurdo!


Amar é para todos?

Às vezes me pego pensando se encontrar o suposto "amor da vida" é para todos ou somente para alguns sortudos.

Há anos tomei uma decisão de NUNCA me casar, afinal, como todo bom jogo, é preciso sorte para ter sucesso (ou amor para os apaixonados) -

Sorte ou amor, chamem como preferirem, é algo que não vem escrito, não tem manual de instruções, bula ou qualquer que seja a orientação; simplesmente você conhece alguém, se interessa por ela e em um dado momento, decidem que vão passar o resto das suas vidas juntos - ou não!

Pelo fato de existir a possibilidade de dar errado é que chamo de sorte ou como diz no popular: casamento é uma loteria. Bem, tenho 32 anos e maior prêmio que ganhei na loteria foram R$4. Melhor continuar sem casar, certo?

"Azar no jogo, sorte no amor", como para toda regra existe uma exceção: essa sou EU!!

Já falei sobre meu prêmio na loteria, agora vamos ao fator amor!

Ai, ai, ai! Isso não existe! Ao menos não para mim!

Devem se perguntar se ao menos, alguma vez na vida estive apaixonada; e a resposta para esta pergunta é sim, já estive e em todas quebrei a cara.

Desejei não casar e acabei por me tornar uma pessoa "fria" para alguns assuntos, principalmente no tópico romance.

Sendo bem sincera, acordei achando que isso era besteira e terminei o dia repensando mais uma vez se a errado sou eu.

Ao ler os relatos de uma amiga, vejo que sim, é possível haver estórias de amor, tipo filme, onde a pessoa troca toda sua vida e vai atrás do amor, da sua felicidade.

É bom ver estórias assim, mas ainda sim, não creio que seja para todos e sim, apenas para alguns sortudos.



segunda-feira, 11 de abril de 2016

Uruguai: como foi escolhido!

Depois de dois anos de jejum, decidi viajar e pra qualquer lugar.

Desta vez, queria muito que minha mãe fosse comigo, logo, teria que ser um destino que ela também estivesse com vontade de conhecer.

Pensei em Paris e NYC, dois lugares que interessam a ela, mas dado a situação econômica do país, o câmbio não favorecia nada.

Outro lugar que ela tem vontade de conhecer é a Terra Santa - sem chances!! Guerra e câmbio: combinação ruim.

Ok! Vamos então ficar pelo Brasil! Só que não, né? Já viram os valores internos?!

Logo me ocorreu um lugar que ela poderia gostar: Mendonza, mas ao começar a ler, vi que um dos locais que EU gostaria de ir - na cordilheira dos Andes - minha mãe não passaria perto.

Então vamos ao vizinho Uruguai!!

Tudo definido, vamos ver os itens necessários...

Consegui com 15 dias de antecedência, passagem de ida+volta na TAM, com voo direto por 988 reais, para uma pessoa, claro! Comprei assim  mesmo!

Hora de escolher o hotel... Aí foram vários sites, blogs, twitter, até ver que a maioria apontava para o Smarthotel: segundo na lista do tripadvisor e um dos mais em conta.

Hotel reservado, passagem comprada, hora de descobrir o que tem de bom no país.

Muitos blogs depois, decidi que era melhor contratar o city tour por lá mesmo e assim foi.

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Mudanças

Tadinho do Blog, tão abandonado!!

Mas agora teremos posts mais frequentes, e para começar com pé direito: É com satisfação que lhes conto que hoje sou uma pessoa melhor... rsrs

Há pouco mais de um mês, o improvável aconteceu: comecei a frequentar uma academia.
Tinha plena certeza que não duraria nem um mês e no entanto já estou chegando no segundo. J

O que me levou a trocar o estilo de vida nada nobre?  Minha saúde!

Óbvio que a estética também conta, mas o principal motivador é a minha saúde, visto que de um tempo pra cá voltei a sentir dores no joelho e comecei a ficar sem ar, o que me deixou muito preocupada.

Decidi então que era a hora de tomar vergonha na minha cara gordinha e tratar de melhorar meu condicionamento físico.

Como sou “bichada”, tive que procurar uma academia com mais cuidados e me tornei cliente do programa BodyTech Care. Chique não?!

O legal disso é que tenho quase um personal, ele não fica 100% do tempo comigo, mas tá sempre perto para me auxiliar nas execuções dos exercícios.

O fortalecimento dos joelhos é o foco da minha série, a qual para ser melhorada, me desafiaram a experimentar as aulas coletivas. Assim trabalho outras partes do corpo que não são muito o foco da musculação, como o Core, trabalhado fortemente no pilates.

O legal disso tudo é que por conta da falta de força nos joelhos e a síndrome do túnel do carpo, sempre acreditei que não poderia usar muito peso, ou ficar tempos apoiada sobre as mãos. Obviamente, não tenho força como outras pessoas, mas é super viável de fazer.

Dia 18/6, foi o dia mais legal na academia: eu descobri que consigo correr (bem moderado ainda, mas consigo), consigo me equilibrar sobre fitball e fazer algumas posições de yoga e pilates. Tudo que sempre achei que não conseguiria, mas que dentro das minhas limitações físicas (e sobrepeso) consigo com calma fazer tudo isso.

Meta é participar no final do ano de uma caminhada de rua de 5km. Será que consigo? J

Além da felicidade de vencer alguns obstáculos, as dores passaram, a respiração melhorou e tenho mais ânimo. Isso me dá muita força para seguir em frente!! Claro que o incentivo dos amigos também é muito importante!!

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Sentimentos

Como é possível gostar tanto de alguém e não falar nada?
Como é possível ter tantas e emoções e não fazer nada?
Tantas emoções, tantos sentimentos...
Já não é possível saber o que está certo ou errado. Tudo parece certo e oportuno.
Querer-te bem é algo grande, maior que tudo.
Querer lhe ter ao meu lado é tão forte que ne impulsiona a fazer outras coisas.
E ao mesmo tempo me faz questionar até onde irei.
"Até onde ir?" é uma pergunta que não sei responder.
Vou além dos meus medos e anseios? Ou devo ir somente ao meu limite e manter a insignificância?
Perguntas, perguntas e mais perguntas...
E onde será que foram parar as respostas?
Só sei que me sinto bem quando estás bem e fico triste quando lhe vejo "pra baixo".
Já dizia o sábio "Ser ou não ser?". E esta é a minha questão.

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Direito só para alguns humanos

não tenho nada contra as pessoas que morrem vitimas dos tiroteios nos morros ou em qualquer outro local, mas chega um momento em que cansa ficar assistindo tv e escutar a mesma noticia diariamente. Cansa ver que órgãos como direitos humanos e anistia internacional, se preocupam apenas com essas pessoas.
porque ninguém se preocupa com as vítimas de assaltos e/ou homicídio?? Será que as vidas deles valem menos?
estamos a mercê da bandidagem, seja porque existe mais civis do militares ou porque haja mais bandidos do que militares. Será que algum órgão de pesquisa já pensou (ou fez) esta estatística? Quantos bandidos existe para cada cidadão de bem?
não posso sair julgando quem está ou não certo, mas já deu essa estória de só falar de vitima de tiroteio!! CHEGA!
Quantas pessoas sofrem violência doméstica, abusos sexuais, assaltos ou qualquer outro tipo de violência e não há se quer uma nota no jornal? Não há alguém acompanhando o caso?
precisamos deixar a hipocrisia de lado.
sabem o que é passar cerca de seis horas do seu dia pedindo a Deus para que nada aconteça? Para que a viagem de casa ao trabalho ou vice-versa seja em paz, sem nenhum assalto?
sou uma católica muito fraca nesse sentido, pois não perdôo o matador, o di menor, e seus comparsas que me assaltaram. E não tenho pena de nenhum deles, pois são vitimas de suas escolhas.
sou de família pobre, onde a maior parte não teve ensino ou os poucos  que tiveram acho que não chegaram ao antigo segundo grau, mas poucos são descansados, a maioria foi a luta e trabalham honestamente.
graças a deus tive bons pais que se preocuparam em me ensinar a diferir o certo do errado e a me incentivarem a estudar.
trabalho desde os 16 anos, hoje aos 30, tenho a felicidade de abrir mão de algumas coisas para enfim montar uma casa. E não, não é alugada!!
e claro que isso faz com que não use roupas e sapatos de marcas caras, ou frequente lugares badalados, mas sou feliz!!!
tenho família, amigos, saúde, trabalho, so falta a liberdade, já que esta nos está sendo tirada paulatinamente por aqueles que escolhem a vida do crime, afinal, trabalhar não é para todos, não é? Cansa! Você tem de acordar cedo, perder tempo no trânsito, pagar muitos impostos e no final sobra um pouquinho do salário pra você tentar pagar as contas.

sábado, 22 de março de 2014

Ordenação Diaconal 2014

22 de março de 2014, às 06h00min no horário de Brasília e mais uma vez tenho o prazer de ver um amigo ser ordenado a Diácono.

Um amigo que conheci anos atrás durante os anos de faculdade. (Vixe!! Estou ficando velha).

Agora terei que refletir antes de falar, para conseguir chama-lo de “Senhor”. RSRSRS


Apesar de só conhecer o Igor, fico muito feliz por todos os demais que junto à suas famílias, celebram este sublime momento em que se caminham para o diaconato.



Para mim, este é o momento  mais bonito, onde eles se deitam no chão e é feito o juramento, enquanto se canta a Ladainha de Todos os Santos.


O bispo impõe suas mãos sobre eles, e assim, chegamos ao momento central da celebração, onde eles se tornam Diáconos da Santa Madre Igreja.




E agora, recebem a Dalmática, que é a veste própria do Diaconato.
Tão bonito ver todos sorrindo, felizes, e eu chorando de emoção!! hahahahahaha




Momento em que recebem o Evangelho de Cristo.



Olha ele aí, já com a Dalmática, e após ter recebido o Evangelho, agora Diácono Igor!


É encerrada a Missa!



Uma pausa para a foto oficial.


E agora Diácono Igor, com seu sorrisão aberto como sempre!! :)




Pausa para a entrevista!

Diácono chique é outra estória!! hahahaha


Ri muito neste momento, Diácono Igor começa a falar com sua família, faz agradecimentos e dá a benção em.... Espanhol!!!!!! Hahahaahhah

É muita emoção!!!


Opa, mais um brasileiro dando entrevista!!!
É o Díacono Alan Vieira de Nikity!!!


E ainda tem também os Diáconos Guilherme Silva e Diácono Paulo Cesar, todos do estado do Rio de Janeiro!!

Parabéns a todos!

imagens obtidas durante a transmissão pelo site: www.ceibidasoa.org

segunda-feira, 3 de março de 2014

A report about the insecurity in the bus rio de janeiro.

Everybody does several promises later in the year, the only one I did was for 2014: Be Happy!
Simple, right? Not even a little!

I live far from where I work; 70 km of distance to be more precise.

I need to take a bus and tube to get into the job every single day.

I get what we call executive bus, because they are more comfortable as I pass approximately two hours inside it.

Lately  this kind of bus began to have frequent assaults.


Always begin the same way : a group of guys always enter the site, known as Leopoldina , located in the port area of Rio de Janeiro .

After the bus start following your itinerary and enter your exclusive track - which has more stops oniubs - the individuals announce that the bus is being assaulted , asking all the curtains shut and the driver did not make any sudden movements and let's keep the interior lights off .

I had never experienced this in my life , and I confess , the experience is traumatic to today , six years later.

It was a Monday, around 7pm . I had bought my wallet, watch and purse the day before , when I went to a mall with my mom .

My injury ? About 1056 reais (about $ 528), and a fear that lasted for months to get into the bus again.

I bought a new phone and a wallet like the previous one, we were taken into another assault on the same bus line, performed the same way.

About four years later, on January 7 this year, after sitting in the tranquility of the bus and have done my daily prayer, the bandits announced that the bus was being robbed.

I was sitting on the first bench, I spent approximately one hour at the point of one of them, while three "were doing ​​clean" on passengers.

They took watches, alliances, cell phones, money, backpacks and our peace!

I started to trying other transport to get from work to home.

I pick up the metro to Ipanema in Botafogo, where exchange line and follow to the station in Coelho Neto.

In Coellho Neto, expect more than an hour by the bus to complete the journey to where I live in Campo Grande.

This entire route is done standing, in an extremely crowded transport, and no air conditioning - which in a city like Rio de Janeiro, is something really bad.

After nearly a month in this routine, I am very exhausted and let my tiredness speaking louder on Thursday, Feb. 27.

I left the subway and called my mother said I was too tired and needed to go by bus, so it would at least sitting up at home. She asked me if I was sure, I said yes, and she ended by saying "Come with God.".

I arrived at the bus stop and did not have any, I turned again to my mother and said that should not have been there, but it was too late, the way was waiting for the bus.

I waited a while and nothing came just what goes into another road, but I waited a bit and told my mother what was going on himself, since he had no way of being sure what would get would be long.

I looked at the passengers and everything seemed very quiet, I sat down next to a gentleman, put the phone on silent and put it away.

I felt the device vibrate, but not caught, needed to pay attention to who was entering the bus.

At certain bus stop, the gentleman who was at my side was very tensed, what caught my attention and I immediately thought that he also should have been robbed.

Then I opened my backpack , and without taking anything into it , I opened my wallet and went quietly playing cards inside the backpack .

You put your backpack under the seat and I started to feel a pang .

I looked all who entered leopoldina , but they were people who had never seen .

Two guys caught my attention along the way , they were standing near the wheel , but were worried , always going down to see where the bus was going . They looked at each other and looked at the back of the bus .

When we got close to the work of Transbrasil , one of them moved the backpack , and I only had time to look at the woman who was standing beside me and shake their heads when they shouted " Lost ! Here This is a robbery ! Otherwise pass all 'll blow this whole shit ! "

I still dont know how I can keep calm in these situations. The fourth time on the same bus, the second in just over a month.

If someone kills one of these marginal, the human rights appear here to defend them. If the population ties and beats, we are savages. Therefore, there is nothing you can do to defend themselves. But where human rights to ask if I need something, when I can not sleep reliving each of these assaults, or when I have severe pain in the legs to come on foot for three hours to get home. Do I have the right to only buy things to give bandits?? 

The insensitivity of some people is too much: many are knowing what happened and did not even ask if you're okay, just go to the question "what led?" or "why you did not do anything? because not descended from the bus?"


However, I thank for very few people who have asked how I am, if I suffered any physical aggression. I will not quote names because this post will be sent on twitter to major newspapers worldwide. Even this is why it was written in English and not in Portuguese, because in Brazil nobody will do anything at all.

Here's a list of things I missed these robberies: 
- Nokia N95 
- Nokia 6131 
- Nokia Lumia 920 
- Motorola W375 
- Watch Montecarlo 
- Orient watch (gift from my friend) 
- Money (can't remember the exact amount)
- Two portfolios Uncle K 
- My sleep 
- My PEACE.


My wish? Permanently leave Brazil.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

Sei lá quantos lugares visitados (por mim) antes de morrer. :D

Como minhas férias estão meio tediosas – por vários motivos - resolvi escrever pra ver se me animo mais.

Gosto de ver programas de viagens, pois sempre dão dicas legais, mas muitas vezes me deixam deprê também.

Ontem, a tv estava ligada em um desses canais depressivos, leia-se TLC, e começou o programa 1000 lugares para conhecer antes de morrer, que é baseado no livro de mesmo nome.

Já tive vontade de comprar este livro, mas fico pensando: “Vou comprar isto, ler e não viajar, já que sou uma simples assalariada”. E daí desisto de comprar o livro. Rsrs

O programa começou muito bem: “Fulano e Fulana largaram suas vidas no Colorado e patrocinados pela empresa xxx deram início a sua jornada”.

Beleza!! – eu pensei. Agora tentem fazer isto tendo que trabalhar 365 dias para ter direito a 30 dias de férias e ganhando em real. DU-VI-DO!!!

Virei pra minha mãe e falei que com patrocínio até eu faria isso (oh, se faria!!), mas depois pensei melhor e vi que já conheço 1000 lugares. Alguém duvida?? Vamos à contagem!!

1.       Rio de Janeiro
2.       Petrópolis
3.       Teresópolis
4.       Itaipava
5.       Paraty
6.       Angra dos Reis
7.       Muriqui
8.       Campos
9.       São João da Barra
10.   Paquetá
11.   Caxias
12.   Xerém
13.   São João de Meriti
14.   Visconde de Mauá
15.   Mangaratiba
16.   Seropédica
17.   Itaguaí
18.   Maringá
19.   Maromba
20.   Vitória
21.   Vila Velha
22.   Domingos Martins
23.   Natal
24.   Recife
25.   Aracaju
26.   Cabedelo
27.   João Pessoa
28.   Aquiraz
29.   Beberibe
30.   Canoa Quebrada
31.   Fortaleza
32.   Bananal
33.   Nova Friburgo
34.   Miguel pereira
35.   São Paulo
36.   Campinas
37.   Aparecida do Norte
38.   Serra Negra
39.   Campo do Jordão
40.   Valinhos
41.   Holambra
42.   Americana
43.   Sumaré
44.   Águas de Lindóia
45.   Limeira
46.   Hortolândia
47.   Foz do Iguaçu
48.   Florianópolis
49.   Balneário Camboriú
50.   Porto Alegre
51.   Bento Gonçalves
52.   Canela
53.   Gramado
54.   Garibaldi
55.   Belo Horizonte
56.   Poços de Caldas
57.   São Lourenço
58.   Caxambu
59.   Juiz de Fora
60.   Pouso Alegre
61.   Uberlândia
62.   Miami
63.   Orlando
64.   São Francisco
65.   Emeryville
66.   Hollywood
67.   Los Angeles
68.   Santa Monica
69.   Nova Iorque
70.   Londres
71.   Lincolnshire
72.   Santiago
73.   Viña del mar
74.   Valle Nevado
75.   Reñaca
76.   Valparaíso

Haja lugar pra visitar... hahaahahaaha
Será que vai dar pra completar a lista???

domingo, 25 de agosto de 2013

Soneto de Fidelidade

Vinicius de Moraes

De tudo ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento

E assim, quando mais tarde me procure
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama

Eu possa me dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.



Vinicius de Moraes, "Antologia Poética", Editora do Autor, Rio de Janeiro, 1960, pág. 96.

Trip Advisor

  1. Fortaleza, Brazil