terça-feira, 24 de maio de 2016

Amar é para todos?

Às vezes me pego pensando se encontrar o suposto "amor da vida" é para todos ou somente para alguns sortudos.

Há anos tomei uma decisão de NUNCA me casar, afinal, como todo bom jogo, é preciso sorte para ter sucesso (ou amor para os apaixonados) -

Sorte ou amor, chamem como preferirem, é algo que não vem escrito, não tem manual de instruções, bula ou qualquer que seja a orientação; simplesmente você conhece alguém, se interessa por ela e em um dado momento, decidem que vão passar o resto das suas vidas juntos - ou não!

Pelo fato de existir a possibilidade de dar errado é que chamo de sorte ou como diz no popular: casamento é uma loteria. Bem, tenho 32 anos e maior prêmio que ganhei na loteria foram R$4. Melhor continuar sem casar, certo?

"Azar no jogo, sorte no amor", como para toda regra existe uma exceção: essa sou EU!!

Já falei sobre meu prêmio na loteria, agora vamos ao fator amor!

Ai, ai, ai! Isso não existe! Ao menos não para mim!

Devem se perguntar se ao menos, alguma vez na vida estive apaixonada; e a resposta para esta pergunta é sim, já estive e em todas quebrei a cara.

Desejei não casar e acabei por me tornar uma pessoa "fria" para alguns assuntos, principalmente no tópico romance.

Sendo bem sincera, acordei achando que isso era besteira e terminei o dia repensando mais uma vez se a errado sou eu.

Ao ler os relatos de uma amiga, vejo que sim, é possível haver estórias de amor, tipo filme, onde a pessoa troca toda sua vida e vai atrás do amor, da sua felicidade.

É bom ver estórias assim, mas ainda sim, não creio que seja para todos e sim, apenas para alguns sortudos.



Trip Advisor

  1. Fortaleza, Brazil